Não se sabe se o animal caiu sozinho ou se alguém o jogou no poço.

Voluntários precisaram de 50 litros de azeite e nove horas de trabalho para dar banho na cachorra, que ganhou nome de Aloe.

Cadela foi encontrada em poço de piche na Argentina nesta quinta-feira (14) Projecto 4 Patas/Reprodução/Instagram Uma ONG de proteção animal da Argentina publicou em uma rede social na quinta-feira (13) o resgate de uma cadela que caiu em um poço de piche na cidade de Libertad, na periferia de Buenos Aires. Apesar de os ativistas terem encontrado a cachorra com o pelo e o corpo endurecidos por causa do material, o grupo conseguiu lavar o bicho, que agora aguarda um lar.

Ela até ganhou um nome: Aloe, segundo a publicação feita pelo Projeto 4 Patas no Instagram. "Aloe estava literalmente petrificada.

100% de seu corpo estava endurecido: sua boca, seus olhos, suas orelhas, tudo", diz a postagem. Initial plugin text Não se sabe se a cadela caiu no poço ou se alguém a atirou lá.

Segundo a ONG, os voluntários levaram nove horas para limpar Aloe.

Eles utilizaram 50 litros de azeite e fizeram três banhos com detergente para retirar todo o piche do corpo do animal. Veja abaixo as FOTOS do resgate e do banho Cão encontrado sujo de piche na Argentina Proyecto 4 Patas/Reprodução/Instagram Voluntárias dão banho em cão que caiu no piche na Argentina Proyecto 4 Patas/Reprodução/Instagram Voluntárias dão banho em cachorro que caiu no piche na Argentina Proyecto 4 Patas/Reprodução/Instagram Cadela que caiu no piche na Argentina recebe cuidados Proyecto 4 Patas/Reprodução/Instagram Voluntários dão banho em cadela que caiu no piche na Argentina Proyecto 4 Patas/Reprodução/Instagram Aloe, cadela que caiu no piche na Argentina, recebe cuidados Proyecto 4 Patas/Reprodução/Instagram Aloe, cadela que caiu no piche na Argentina, come Proyecto 4 Patas/Reprodução/Instagram Cadela Aloe, resgatada no piche na Argentina, após receber banhos e cuidados de ONG Proyecto 4 Patas/Reprodução/Instagram